Carregando

Type to search

Empreendedorismo Digital

Empreendedorismo digital: O que é e como começar (Passo a Passo)

Compartilhe
Empreendedorismo digital

Mais do que nunca, as pessoas estão cada vez mais interessadas em formas de trabalho que as coloquem numa posição de liderança. Isto é o que o empreendedorismo digital oferece, sendo, como resultado, uma boa opção.

Este tipo de trabalho tem características como flexibilidade, rendimentos que podem ser bons e ainda permite que você decida os rumos do seu negócio. No entanto, como você vai ver nesta publicação, o empreendedorismo digital não se resume apenas a isto.

O espaço virtual oferece muitas alternativas e você pode se inserir nele de formas variadas. Exemplos de pessoas que se deram bem assim não faltam e são cada vez mais comuns. Para descobrir mais sobre o que é, as vantagens e algumas ideias de negócios para o seu empreendedorismo digital, leia até o final!

O que é empreendedorismo digital?

Na verdade, não é muito difícil de definir o que significa empreendedorismo digital. A própria expressão já diz basicamente tudo e resume bem o que o termo significa, não é mesmo?

Empreender é colocar algo em execução – neste caso, o seu negócio. E digital, neste caso, significa o mundo da internet, a despeito do mundo físico. Ou seja, “empreendedorismo digital” é, em resumo, o mesmo que criar o seu negócio na internet.

O que leva alguém a empreender na internet não é muito difícil do que leva a empreender no mundo físico.

É a necessidade de criar um negócio, vender e trazer soluções para um público no meio digital. Obviamente buscando pelo lucro que, no meio online, pode ser ainda maior, já que pelo seu alcance, definindo um produto ou serviço de qualidade e com grande procura, você consegue ter maior escala e consequente, excelentes ganhos.

Além disso, o meio digital oferece algumas características que têm se destacado com relação ao físico. Por exemplo, posso destacar o fato de as condições de trabalho serem mais flexíveis e alguns gastos serem inferiores (lembre-se de que não é necessário um espaço físico e outros fatores relacionados).

Além disso, o empreendedorismo digital possui uma vantagem que é muito bem vista por todos. Ele tem uma necessidade muito baixa de investimento inicial, via de regra. Isso o destaca com relação às outras maneiras de empreender.

Existem inúmeros tipos de negócios digitais, e a maioria você já deve ter visto por aí. Canais do YouTube, criação de e-books, cursos online, e-commerce de produtos físicos, e até mesmo um blog rico em conteúdos são bons exemplos.

Pense, agora, em como você interage na internet. Desde as suas compras online até os posts que lê e os vídeos a que assiste já geram uma renda para alguém em algum lugar que está atuando no empreendedorismo digital.

A ideia em ser um empreendedor digital é passar para o outro lado, para o lado que não só gera renda aos outros, mas que também lucra com isto.

Como começar

como começar ideias empreender digital empreendedor

Bom, agora você já sabe bem o que é empreendedorismo digital. Mas, sabendo isso, como fazer para começar nele? Existem formas mais simples que facilitam o seu ingresso nele?

De fato, existe sim etapas que você pode seguir para ter um início de sucesso no empreendedorismo digital. Resumi elas em algumas principais. Veja:

1. Saiba escolher um bom nicho de mercado

O primeiro passo para começar no empreendedorismo digital é saber escolher um bom nicho de mercado. Na verdade, isso de certa forma varia de caso para caso, mas a forma de achar o melhor é bem simples.

Saiba, para início de conversa, que há muitos nichos que têm um grande potencial de sucesso. Cada um vai levar você a um público diferente – portanto, não tente abraçar o mundo inteiro, você não vai conseguir.

Costumo indicar que você escolha algum nicho de mercado que você já possua um certo conhecimento, assim vai ser mais fácil ter autoridade nele. Além disso, é claro, busque avaliar o potencial de lucros e como estão seus possíveis concorrentes.

2. Planeje-se

Não é só porque é na internet que você não precisa se planejar. A segunda etapa é definir os seus principais objetivos com seu negócio digital, como ele vai funcionar, quando você pretende cumprir certas etapas, etc.

Para isso, o mais indicado é formar um plano de negócios, que permite que você organize as suas ideias de modo eficiente. Isso vai ajudá-lo até mesmo a enxergar melhor o que você pode ou não fazer ao se lançar no empreendedorismo.

Aqui tem um artigo no Meusucesso.com que traz uma excelente definição para empreendedorismo no geral, e algumas características que o empreender precisas desenvolver ao longo do tempo, para ter sucesso em sua empreitada.

Recomendamos que acompanhe essa plataforma do Meusucesso.com e se torne até um assinante, pois vai te ajudar muito em várias questões no mundo do empreendedorismo. Além de trazer várias cases de sucesso, vídeo-aulas e palestras de grandes empresários.

Para quem ainda não conhece, o Meusucesso.com pertence ao grande mestre Flávio Augusto da Silva, do Geração de Valor.

3. Monetize o seu negócio

A terceira etapa é monetizar o seu negócio. Monetizar significa, simplesmente, começar a receber com ele. E é exatamente isto que você está procurando com o empreendedorismo digital, não é verdade?

Tenha em mente como você vai ganhar dinheiro – e, aliás, já coloque isto no seu planejamento prévio. Defina, por exemplo, se as pessoas irão pagar por produtos, serviços, conteúdos, etc.

4. Não deixe de estudar

Por fim, a quarta etapa é jamais deixar de estudar, independentemente do nicho de mercado que escolher. O marketing digital está sempre evoluindo, e você precisa estar ciente do que está acontecendo para usufruir das melhores estratégias e ferramentas disponíveis.

Há muitos cursos sendo vendidos sobre isto na internet e outros tantos criadores de conteúdos que produzem posts e vídeos. Esteja atento a isto para não ficar por fora das principais novidades do mercado.

Motivos para entrar no Empreendedorismo digital

Tendo explicado o que é o empreendedorismo digital e como começar nele, pulo agora para outra etapa. Muitos perguntam: será que vale a pena ser um empreendedor digital? Quais motivos tornam esta área especial?

1. O ambiente digital está em constante crescimento

Em 2017, pela primeira vez, as vendas digitais superaram as físicas para o Natal, que é uma das datas que mais vendem no comércio em geral. Você tem ideia do que isto significa? Demonstra, certamente, que a internet está em um patamar elevado.

Fora esse dado, existem centenas de outros que comprovam a mesma coisa: vender online dá certo. Cada vez mais pessoas acessam a internet e cada vez mais delas compram por ela, e isto pode gerar uma renda passiva a você.

2. Você não precisa de grandes conhecimentos prévios

Como falei antes, estudar é sempre necessário para ter sucesso, especialmente na internet. E, por certo, o quanto antes você começar a aprender e o quanto maior for o seu conhecimento, melhor.

Só que este aprendizado acumulado pode vir ao longo do tempo. Isto é, para começar, você não precisa ser nenhum especialista em empreendedorismo digital, basta ter conhecimentos básicos.

3. O investimento inicial exigido é baixo

Para começar com seu empreendedorismo digital, não é necessário um grande investimento inicial. Pode variar um pouco dependendo do tipo de negócio, mas ainda assim não se exige muito.

Nos casos mais habituais, você precisará de um site e de alguns investimentos em áreas relacionadas ao marketing digital. E, quanto mais seu negócio for crescendo, mais você pode investir para escalonar.

4. Tem menos custos envolvidos

Lembre-se, também, que você tem uma redução de custos considerável quando o assunto é empreendedorismo digital. Este é um dos benefícios que é mais comumente destacado.

Tenha em mente que, por exemplo, não é preciso gastar com um espaço físico e nem com tudo que é relacionado a ele (luz, água, condomínio, aluguel, etc). Uma grande vantagem, não é mesmo?

Pense que você tem uma loja virtual. Além de cortar todos estes gastos, você sequer precisa ter um depósito, dependendo do modelo de negócio. Assim, não existe nem limite físico de armazenamento, e você pode ter um estoque virtual maior.

5. Você pode conciliar com outra profissão

O último grande motivo para ser um empreendedor digital é que você não precisa necessariamente abdicar de nada. De fato, há muitas pessoas que têm isto como uma renda extra.

Você também pode começar a ser um empreendedor na internet enquanto trabalha com outra profissão, para ver se vai dar certo. Depois, se quiser, pode largar o emprego físico ou não, a depender de seus rendimentos.

Existem pessoas que seguem diversos modelos distintos, e por isso não há regra. Alguns ficam apenas no empreendedorismo digital e outras tentam conciliar o emprego físico ao empreendedorismo digital.

Como ser um empreendedor digital

omo ser empreendedor digital

Atuar no empreendedorismo digital não é nenhum bicho de sete cabeças. De fato, existem características de como ser um empreendedor digital que vão potencializar as suas chances de sucesso.

1. Planeje-se sempre

O primeiro ponto é o planejamento, que já citei um pouco antes. Para ter sucesso no empreendedorismo digital, você deve sempre ter planejamentos precisos, além de, é claro, segui-los.

Indico que você faça pelo menos três, considerando curto, médio e longo prazos. Também sugiro que faça, para cada um deles, cenários distintos: um otimista, outro pessimista e outro no meio-termo.

2. Aprenda sobre marketing digital

Para ter sucesso no empreendedorismo digital, você precisa aprender como fazer marketing na internet. Não adianta nada ter o melhor negócio do mundo se você não consegue chegar até o seu público, certo?

  • Tenha um desenho preciso do seu público-alvo e da sua persona;
  • Conheça as estratégias de marketing digital (e-mail marketing, redes sociais, SEO, etc);
  • Invista em tráfego orgânico e pago;
  • Aprenda sobre as melhores ferramentas de marketing digital;
  • Faça cursos e invista no seu conhecimento.

O marketing digital é uma das áreas em que mais há inovações. Por isso, o ideal é que você esteja sempre buscando manter-se atualizado com as novidades da área, para nunca ser deixado para trás.

3. Analise suas métricas

Outro ponto importante é avaliar sempre suas métricas. São elas que dizem se você está fazendo a coisa certa e alcançando quem deseja alcançar. Por isso, elas são ótimas aliadas no empreendedorismo digital.

4. Avalie seus concorrentes

O último passo é similar ao anterior. Só que aqui, em vez de analisar o seu próprio negócio, você vai ver o dos concorrentes. O que se pode aprender com eles? Como você pode utilizar estes conhecimentos no seu negócio?

Existem ótimas ferramentas que podem ajudá-lo tanto a compreender suas métricas quanto a avaliar os concorrentes. Basear a sua atuação em dados concretos é sempre a melhor opção.

Ideias de negócios digitais

Para finalizar, vamos para algumas ideias de negócios na internet para que você comece com seu empreendedorismo digital. Separei exemplos distintos para ter opções completas e aumentar seu leque de escolha:

1. Tenha o seu e-commerce

A primeira ideia de empreendedorismo digital é que você crie o seu e-commerce, que é outro nome para loja virtual. Esta é uma das maneiras mais consolidadas de como empreender na internet, e muitas pessoas ganham dinheiro com isto.

Assim como com uma loja física, você tem de pensar em elementos básicos. Ou seja, em qual nicho vai atuar, qual será seu público, quem serão os seus fornecedores, como vai funcionar o seu estoque, etc.

A diferença é que a internet oferece novas respostas a estes elementos. Tenha em mente, por exemplo, o modelo dropshipping.

Com ele, você não precisa se preocupar nem com o estoque e nem com a entrega, que ficam a cargo do fornecedor.

2. Trabalhe com o marketing de afiliados

Outra ideia é vender os produtos que foram criados por terceiros numa modalidade de negócio chamada marketing de afiliados. Aqui, a ideia é um pouco diferente da anterior.

Em vez de ter uma loja virtual com diversas opções, você vai focar em um (ou em alguns) produtos de um mesmo nicho. Dentro dele, vai indicar um link ao seu público, para que entre e compre o que você indicar.

Digamos que você queira trabalhar com saúde e emagrecimento. Você pode ter um blog sobre isso e, de vez em quando, promover o produto X que poderia ser, por exemplo, um shake para emagrecer.

E para ter ótimos produtos que convertam em vários nichos, é necessário se afiliar a programas que tenham uma grande quantidade de produtores e que são referência no mercado de marketing digital.

Para isso criamos um guia completo onde listamos os melhores programas de afiliados aqui nesse artigo. É essencial que você veja, vai te poupar um enorme tempo procurando.

3. Utilize softwares de automação

Os softwares conhecidos como SaaS são softwares de serviço que estão ficando em alta. Eles oferecem um serviço de nuvem, atuando de maneira autônoma.

Dessa maneira, serve para automatizar alguns processos que, de outro modo, seriam executados manualmente.

Ou seja, nesta ideia, você criaria uma plataforma de serviços e lucraria a partir dela. As empresas que fazem isto normalmente cobram planos de assinatura. O público-alvo é, via de regra, empresarial.

Com isso, finalizamos este guia de empreendedorismo digital. Atuar na internet pode ser uma forma lucrativa de ganhar dinheiro, especialmente se você souber o que fazer. Portanto, siga esse guia e volte para contar os resultados!

Beto Serrano

Em um relacionamento sério com o marketing digital desde 2003. CEO da agências CAS Web e de tantos outros projetos, que se for descrever cada um aqui, vai faltar caracteres nessa bio 😝 Sendo assim, irei compartilhar aqui no blog e em nossas redes sociais, toda minha experiência na área e claro, novidades do mercado que iremos aprender juntos! Escolha abaixo alguma rede social para seguir e ficar atualizado!

  • 1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *